segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Os Maias

Maias, uma grande obra literária para os amantes de Eça de Queirós, mas um pesadelo para os alunos que os têm que ler. Quem tem que ler o livro sabe muito bem qual é a sensação de ler duas páginas e ter que parar para não adormecer,ou mesmo porque doem os olhos ou a cabeça.
Todos os alunos, ou pelo menos a maior parte dos alunos do 11ºano já teve esta experiência: Chegam a casa, não têm nada para fazer. Podem ir ver um filme, podem ir jogar consola ou algo do género, mas lá estão eles, "os Maias". Obrigam-nos a ir à estante, pegar no livro e começar a "ler". Quando eu digo ler é pegar no livro, abri-lo e tentar prestar atenção à história mais de 5 minutos seguidos. Depois, passada uma semana, quando voltarmos a pegar no livro, tentarmo-nos lembrar da história para não termos de o ler todo do início.
Agora questiono-me, porque raio é que "os Maias" estão no programa desde o tempo dos nossos avós*? Com tanto livro interessante tinha logo de ser este? São "os Maias" e os "Lusíadas". Este último também já desaparecia.
Só um esclarecimento para todos os macacos do 9ºano: Quando se sentirem em baixo ou mal devido aos "Lusíadas" lembrem-se, nós, do 11ºano estamos bem pior (vocês também vão estar, mas só daqui a dois anos, por isso, para já dá para animar. A não ser que chumbem, mas isso é outra história).


P.s.: Este post é um desabafo. Todo ele foi pensado e elaborado numa aula de português enquanto se falava precisamente ... dos "Maias". Não, não perdi nada da aula, pois com a raiva e moca que estava, este post foi feito em 5-10 minutos enquanto não se fazia practicamente nada!


* não é bem dos nossos avós, era só para realçar a ideia.

2 comentários:

Rui Bastos disse...

Vá, vá, nem são assim tão maus :p

Arisu disse...

Estou no 9º, e estou a dar os Lusídadas (Ah pois é, tenho 14 anos). Que porcaria de de livro, escrito por um tipo qualquer submisso ao governo português da altura, e fã incondicional desta porcaria de país. Desculpem lá oh amantes da Camões, mas aquilo só diz basicamente que Portugal é melhor que os outros países todos só porque descobriu a Índia. Por amor de Deus, calem-me esse estafermo.